A IMPORTÂNCIA DO CONTEÚDO DE LUTAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Autores

  • ERIKA KOPP XAVIER DA SILVEIRA
  • JEAN PEDRO DE FREITAS
  • THIAGO FERNANDES PAIVA
  • RICARDO RUFFONI
  • IVAN MARTINS LEITA LUNA

Palavras-chave:

Lutas, Educação Física Escolar, Acadêmicos de Educação Física, Metodologia

Resumo

O objetivo deste estudo foi demonstrar a necessidade do conhecimento de lutas para as aulas de educação física escolar. Assim, comparamos os conhecimentos sobre o conteúdo de lutas no contexto escolar dos alunos do sexto e terceiro períodos do curso de licenciatura em educação física da UNIABEU, ou seja, alunos que tiveram (sexto período) e que ainda não tiveram (terceiro período) a disciplinas de metodologia do ensino das lutas. A amostra utilizada foi de 37 alunos de ambos os gêneros, sendo 17 alunos do sexto período e 19 do terceiro período. As informações foram colhidas através de um questionário semi-estruturado, constituído de 10 perguntas, adaptadas do questionário desenvolvido por FERREIRA (2009). Os resultados demonstraram diferenças significativas em dois itens avaliados: (i) definição correta de lutas segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (p = 0,01824) e (ii) a possibilidade de ministrar aulas na escola com alunos de ambos os sexos (p = 0,03582). Assim, nossos resultados demonstraram que embora a maioria dos alunos se sinta apto a ministrar lutas nas aulas de educação física escolar, muitos alunos que ainda não tiveram os conteúdos disciplinares de metodologia em lutas na graduação, embora tenham praticado ou ainda praticam alguma modalidade de luta, não possuem conceitos corretos sobre lutas e ainda não sabem como trabalhar corretamente as lutas no contexto escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

SILVEIRA, E. K. X. D., FREITAS, J. P. D., PAIVA, T. F., RUFFONI, R., & LUNA, I. M. L. (2014). A IMPORTÂNCIA DO CONTEÚDO DE LUTAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. Fiep Bulletin - Online, 84(1). Recuperado de https://www.fiepbulletin.net/fiepbulletin/article/view/4475

Edição

Seção

TRABALHOS PUBLICADOS