COMPARAÇÃO DO PERFIL MOTOR DE CRIANÇAS DENTRO E FORA DOS ÍNDICES DE MASSA CORPORAL (IMC) ADEQUADOS NO PROJETO BOLA NA CESTA

Autores

  • MARIO ROBERTO GUARIZI
  • WILLIAM RODRIGUES TEBAR
  • THALITA FERNANDA SANCHES FERNANDES

Palavras-chave:

IMC, aptidão, iniciação esportiva

Resumo

Observa-se que o desenvolvimento motor se constitui em um dos campos de investigação de maior relevo na área da educação física, com pesquisas aplicadas nos mais variados campos de atuação do profissional. Na população infantil, o estudo do desenvolvimento motor através de esportes é fundamental, porque é nesse período que as crianças adquirem experiência motora para desfrutá-las na idade adulta e se tornarem fisicamente ativas. O artigo apresenta comparação do perfil motor de crianças com diferentes índices de massa corporal (IMC) envolvidas no projeto de Extensão Universitária “Bola na Cesta”, onde, desenvolve-se a iniciação ao basquetebol, dessa forma, segue uma metodologia comparativa entre os pré e pós-coleta de dados.  O n constou de 18 meninas na faixa etária de 10 aos 14 anos. Foram aplicados os testes: abdominal; o teste de 50 metros; o teste de 1000 metros e o Shuttle Run, além dos saltos: vertical e horizontal. Para IMC utilizou-se as medidas de estatura e peso, (peso/estatura²). Analisou-se a diferença entre os dados de pré e pós-coleta, tanto no IMC, como, nos testes motores, o que nos aponta a importância da atividade física desportiva para a manutenção de uma vida saudável na pré e adolescência. O treinamento de basquetebol escolar auxiliou no desenvolvimento musculoesquelético, limitando o ganho de peso de forma saudável à medida que as meninas se desenvolveram e proporcionaram melhoras nos seus respectivos movimentos corporais. O perfil motor de meninas de 10 a 14 anos apresenta diferentes resultados quando relacionado ao IMC. Meninas com IMC acima do recomendado pela Organização Mundial de Saúde atingiram desempenho inferior às demais de mesma faixa etária, em ambas as avaliações. Portanto, conseguiu-se analisar e concluir que meninas com IMC dentro da normalidade possuem melhor aptidão física do que aqueles que estão fora da normalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

GUARIZI, M. R., TEBAR, W. R., & FERNANDES, T. F. S. (2013). COMPARAÇÃO DO PERFIL MOTOR DE CRIANÇAS DENTRO E FORA DOS ÍNDICES DE MASSA CORPORAL (IMC) ADEQUADOS NO PROJETO BOLA NA CESTA. Fiep Bulletin - Online, 83(1). Recuperado de https://www.fiepbulletin.net/fiepbulletin/article/view/2919

Edição

Seção

TRABALHOS PUBLICADOS