EFEITO DE TÉCNICAS DE TERAPIA MANUAL SOBRE A DOR E A AMPLITUDE DE MOVIMENTO NA REGIÃO CERVICAL

Autores

  • Aline Patricia Schulz
  • Juliana Hering Genske
  • Mario José De Rezende
  • Rodrigo Daniel Genske

Palavras-chave:

Cervicalgia, terapia manual, amplitude de movimento.

Resumo

Cervicalgia é uma afecção comum e afetará aproximadamente dois terços da população. A musculatura da região cervical tem função de equilibrar a cabeça e suspender a coluna torácica e cintura escapular. Em consequência, ocorrem desequilíbrios, encurtamentos, retrações e contraturas dolorosas; contudo, em muitos casos não é possível detectar sua causa. As técnicas musculares proporcionam efeitos mecânicos e reflexos. Sendo que a resposta do sistema nervoso central inclui alivio da dor e relaxamento muscular, causado por alterações da unidade motora e de receptores sensoriais semelhante ao órgão tendinoso de Golgi e fuso muscular. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo verificar o efeito de 10 atendimentos de terapia manual para tecidos moles no tratamento da cervicalgia, no que se refere à diminuição da dor e ao aumento da amplitude de movimento em adultos jovens. Para tanto, a metodologia adotada consistiu em uma amostra de dez pacientes do sexo feminino com idade entre 34 e 53 anos, com queixa de dor ou desconforto cervical, que foram tratadas com técnica de tração cervical manual, stretching bilateral do músculo esternocleidomastóideo, escaleno, elevador da escápula, trapézio superior, trapézio médio e trapézio inferior, técnica de liberação de pontos gatilhos e mobilização do segmento cervical. No primeiro e último atendimento, foram realizadas avaliações da amplitude de movimento da região cervical e, durante todos os atendimentos, foi verificado, no inicio e ao final da intervenção, a graduação da dor referida pelo paciente. Os resultados apresentaram-se significativos, tanto em relação à diminuição da dor quanto ao aumento da amplitude de movimento. A partir deste estudo, concluiu-se que a terapia manual é eficaz para diminuir a dor e aumentar a amplitude de movimento de adultos jovens que apresentem qualquer dor ou desconforto cervical de origem inespecífica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

Schulz, A. P., Genske, J. H., De Rezende, M. J., & Genske, R. D. (2012). EFEITO DE TÉCNICAS DE TERAPIA MANUAL SOBRE A DOR E A AMPLITUDE DE MOVIMENTO NA REGIÃO CERVICAL. Fiep Bulletin - Online, 82(2). Recuperado de https://www.fiepbulletin.net/fiepbulletin/article/view/2271

Edição

Seção

TRABALHOS PUBLICADOS