A PERCEPÇÃO DA IMAGEM CORPORAL POR ADOLESCENTES ESCOLARIZADOS

Maria de Fatima de Matos Maia, Thatiana Maia Tolentino

Resumo


Objetivos: verificar o impacto da atividade física voluntária e regular sobre a imagem corporal de adolescentes. Metodologia: estudo descritivo, com abordagem quali-quantitativa e delineamento transversal. Amostra de 524 adolescentes escolarizados de ambos os sexos com idades entre 12 e 20 anos. A pesquisa recebeu aprovação do Comitê de Ética da Universidade Estadual de Montes Claros Processo Nº 528/2006 de 15/12/2006. Utilizou-se as escalas de avaliação da silhueta Stunkard, Sorensen, Schulsinger (1983). Estatística descritiva (frequências) e analítica através de correlação para dados não paramétricos. O coeficiente de correlação utilizado foi Spearman. Resultados: prática atividade física para o sexo masculino: fase inicial (90.1%), média (93.3%) e final (73.5%). Feminino: fase Inicial (83.2%), média (64.9%) e final (92.9%). A silhueta geral 3: masculino com 41.4% e feminino com 58.6%. A silhueta geral 4: masculino com 52.6% e feminino com 47.6%. Na silhueta de adolescentes do sexo masculino, para praticantes ou não de atividade física, a força da relação é moderada. Os não praticantes possuem percepção da imagem corporal em nível de correlação forte. No sexo feminino, a força da relação foi moderada. Quando comparada a silhueta superior com a inferior das praticantes de atividade física, a força da relação continuou moderada. Conclusões: os homens adolescentes praticam mais atividade física e tendem a aumentar esta prática de uma fase para a outra da adolescência, enquanto as adolescentes tendem a aumentar o índice de inatividade física. Os homens adolescentes apresentaram correlações significativas, possuindo boa percepção do seu todo para suas partes, e escolheram a silhueta 3. O sexo masculino praticante de atividade física das fases inicial, média e final possui uma melhor percepção da sua imagem corporal. O sexo feminino da fase inicial evidenciou as sedentárias com melhor percepção da sua imagem corporal e, nas fases média e final, as praticantes têm uma melhor percepção da sua imagem comparada as não praticantes.

Palavras-chave


adolescentes; imagem corporal; silhuetas;



Texto completo: PDF


Facebook Twitter LinkedIn

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

FIEP BULLETIN.

ISSN-0256-6419 – Impresso

ISSN 2412-2688 - Eletrônico

Fédération Internationale d’Education Physique - FIEP
fiepbulletin.net © 2007 - 2015.