EVOLUÇÃO DA CONSTRUÇÃO DE UM INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA PARA IDOSOS CURITIBATIVA.

ROSEMARY RAUCHBACH, NEILA MARIA DE SOUZA WENDLING

Resumo


É praticamente um consenso entre os profissionais da área da saúde que a atividade física é um fator determinante na progressão do processo do envelhecimento, estando associada à melhoria dos indicadores de saúde e qualidade de vida. A medida do nível de atividade física se faz necessária nas diferentes intervenções para a população idosa. Porém, os instrumentos utilizados para sua obtenção em idosos, não parecem ser adequados, por se tratarem de questionários. Contudo, é este indicador que vai quantificar e determinar a orientação para a prática do exercício, como também as ações dos Programas voltadas para esta população. OBJETIVO: Apresentar a trajetória da construção do instrumento de avaliação do nível de atividade física para idosos Curitibativa, as discussões fundamentadas nos resultados das pesquisas com diferentes instrumentos, as dificuldades apresentadas pelos professores na aplicação com os grupos, às alterações propostas ao longo de oito anos de evolução e o resultado final: a apresentação de um novo instrumento. RESULTADOS E CONCLUSÃO: Considerando a evolução na criação desse instrumento acredita-se que ele vem ao encontro das necessidades encontradas pelos professores do Programa Curitibativa como também dos demais grupos que pesquisam o universo do envelhecimento ativo. Como todo e qualquer instrumento de pesquisa, são necessários outros estudos em diferentes populações e se necessário novos estudos para adequação do seu propósito.

Palavras-chave


instrumento de avaliação; atividade física; envelhecimento




Facebook Twitter LinkedIn

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

FIEP BULLETIN.

ISSN-0256-6419 – Impresso

ISSN 2412-2688 - Eletrônico

Fédération Internationale d’Education Physique - FIEP
fiepbulletin.net © 2007 - 2015.